Bem-vindo ao site da Whirlpool Latin America!

Consulado da Mulher é exemplo de “Resposta Comunitária” durante série de discussões sociais na FUNARTE

São Paulo, 22 de março de 2012 ? O Consulado da Mulher, ação de responsabilidade social da marca Consul, esteve presente no evento “Respostas Comunitárias ? Encontro de Saberes e Fazeres”, em São Paulo, que aconteceu entre os dias 20 e 21 de março. O objetivo do evento era compartilhar ações promovidas por comunidades, instituições e empresas que visam solucionar problemas sociais como desigualdades de gênero, uso de drogas, exploração sexual, pobreza e a vida dos moradores de rua no Brasil e em países da América Latina. O Consulado da Mulher, ação de responsabilidade social da marca Consul, esteve presente no evento “Respostas Comunitárias ? Encontro de Saberes e Fazeres”, em São Paulo, que aconteceu entre os dias 20 e 21 de março. O objetivo do evento era compartilhar ações promovidas por comunidades, instituições e empresas que visam solucionar problemas sociais como desigualdades de gênero, uso de drogas, exploração sexual, pobreza e a vida dos moradores de rua no Brasil e em países da América Latina.  A prática de assessoria a empreendimentos populares é uma estratégia para a inclusão social e econômica. Neste contexto, a ação do Consulado da Mulher foi colocada como um exemplo bem-sucedido para mulheres em situação de vulnerabilidade social. “Estamos, neste evento, buscando respostas para problemas sociais. E temos uma dessas respostas bem aqui, no trabalho desenvolvido pelas empreendedoras assessoradas pelo Instituto”, disse Christiano Basile, coordenador de programas sociais do Consulado da Mulher. Ele participou de uma mesa redonda para dialogar sobre o Trabalho como Resposta Social, juntamente com representantes de projetos realizados em diversos países, como Chile, México e Colômbia.  Basile se refere à Praça de Alimentação do evento, que contou com a elaboração, organização e gestão prática de 30 empreendedoras assessoradas pelo Instituto no ramo de alimentação. Nos dois dias do evento, elas formaram a “União dos Sabores Solidários” e se revezaram no atendimento, produção e organização do local, enquanto outras foram beneficiadas indiretamente, participando como fornecedoras de produtos. Fora do evento, essas mulheres fazem parte dos empreendimentos Mãos de Maria, Ambrósia Doces e Saúde, Serra do Mar, Doceria Diamante ? assessorados pelo Programa Mulher Empreendedora ? e Sonhos e Sabores ? assessorado pelo Programa Usinas do Trabalho, de regiões diversas de São Paulo como Paraisópolis, Heliópolis, Cubatão (Serra do Mar) e Guarujá (SP).   Segundo Charlene Sousa, do empreendimento Serra do Mar, a experiência foi muito rica. “Percebemos que juntas trabalhamos bem melhor e que damos conta de atender um evento grande como esse. Somos capazes”, orgulha-se. Esse foi o maior evento que essas empreendedoras fizeram parte e também o primeiro em que diversos empreendimentos, inclusive de cidades diferentes, atuaram em conjunto. Isso só foi possível por conta da realização de diversos encontros prévios para organizar o cardápio e o processo produtivo, orientados pela assessoria do Consulado da Mulher, onde foi discutida a prática da ação coletiva. “A ideia agora é consolidar esse grupo para começar a atender demandas maiores”, explica Christiano Basile. Os números mostram que tanto esforço valeu a pena ? nos dois dias do evento, as empreendedoras tiveram um faturamento total de R$ 8.425, que será dividido entre elas. Só em 2011, 2.306 mulheres assessoradas pelo Instituto Consulado da Mulher, divididas em 169 empreendimentos, alcançaram faturamento de R$ 5,8 milhões. “O estímulo à geração de trabalho e renda é uma das grandes respostas para a diminuição das desigualdades sociais e o fortalecimento de princípios humanizadores”, finaliza Christiano Basile. Consulado da MulherO Instituto Consulado da Mulher é a ação social da marca Consul que oferece assessoria a mulheres de baixa renda e pouca escolaridade. O objetivo é que, com sua atividade empreendedora, possam gerar renda e proporcionar melhores condições de vida a elas e suas famílias. O Consulado da Mulher conta com uma metodologia própria de assessoria a empreendimentos populares, reconhecida pela Fundação Banco do Brasil, UNESCO e KPMG como uma tecnologia social, replicável, eficaz e que entrega os resultados aos quais se propõe. Em 2011, esta metodologia foi recertificada, comprovando sua relevância social na criação de oportunidades para mulheres brasileiras. Presente em 20 Estados do País, o Consulado da Mulher assessora 169 empreendimentos populares, beneficiando diretamente 2688 mulheres e suas famílias. Desde sua fundação, em 2002, o Consulado já beneficiou mais de 30 mil pessoas.  Em 2011, o Instituto Consulado da Mulher recebeu o Prêmio Doar para Transformar do ELAS Fundo de Investimento Social, com o apoio do UNIFEM (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher), como “Melhor instituto com iniciativa apoiadora dos direitos humanos de meninas e mulheres de todo o território nacional” na categoria de pessoa jurídica. Em 2010, o Consulado da Mulher foi escolhido pela Clinton Global Initiative (CGI), do ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton, para participar do encontro anual, em Nova York, e expor seu modelo de atuação. O Encontro Anual da CGI é reconhecido por reunir, entre outros participantes, chefes de Estado, vencedores de prêmios Nobel da Paz, executivos, líderes de ONGs de atuação mundial e formadores de opinião para planejar projetos específicos de enfrentamento dos desafios econômicos, ambientais e sociais mais urgentes da atualidade.