Bem-vindo ao site da Whirlpool Latin America!

Projetos sustentáveis ganham força com o Consulado da Mulher

Ação social da Consul investe em empreendedoras com foco em sustentabilidade

A necessidade de manter um relacionamento sustentável entre o homem e o meio-ambiente, tem se tornado cada dia mais urgente. O Consulado da Mulher, ação social da Consul, que incentiva mulheres empreendedoras de baixa renda e com dificuldade de se inserir no mercado de trabalho, a conquistarem seus sonhos, através da geração de renda  em pequenos empreendimentos, tem feito a sua parte. O instituto tem incentivado empreendedores focados em ações de cunho ambiental, melhorando  não só na vida dessas empreendedoras, de suas famílias e de seus bairros, mas sim de toda a sociedade  em que estão inseridos.

Menos lixo, mais qualidade de vida em Rio Claro

Um dos empreendimentos mais sustentáveis apoiado pelo Consulado da Mulher é a Cooperviva- Cooperativa de Trabalho dos Catadores de Material Reaproveitável de Rio Claro, que envolve cerca de 40 pessoas, sendo 90% do grupo composto por mulheres. Eles realizam a coleta seletiva de resíduos sólidos em grandes empresas, como a Whirlpool, responsável pelas marcas Consul, Brastemp e KitcheAid, garantindo que eles sejam dispostos de maneira adequada no meio ambiente, diminuindo o impacto negativo. Somente no ano de 2013 a cooperativa coletou 1.246.965 toneladas de resíduos da empresa, em 2014 esse número aumentou para 2.400.504 toneladas.

A Cooperviva divide os resíduos recolhidos em categorias de recicláveis: papel (jornal, revistas, papel branco, papelão e embalagens), plástico (PET, PEAD, PEBD, PVC, OS e PP), metal (cobre, alumínio e sucata de ferro) e vidro. Os materiais que não sofrem transformação são separados e enfardados, os outros são vendidos e reutilizados por terceiros como, por exemplo, as garrafas de PET que são reutilizadas para produtos de limpeza e os vidros de conserva que são reutilizados em peças de artesanato.

Atualmente a cooperativa, que tem uma mulher como presidente, consegue revender cerca de 92% dos materiais coletados e gera uma renda mínima por mês de R$800,00 para cada  participante. Além da renda, as cooperadas tem plano de carreira e remuneração baseada em tempo de serviço.

“Além da assessoria em gestão também auxiliamos na articulação de insumos, materiais e eletrodomésticos, de acordo com a necessidade específica de cada empreendimento.  Estimulamos a comercialização e aportamos recursos que contribuam para a ampliação da renda e o desenvolvimento do micronegócio de forma contínua e sustentável. Nosso foco é mostrar a essas mulheres a força de suas ações, não só para a sua família, mas como incentivo à toda a sua cidade ” ressalta Leda Böger, diretora executiva do Instituto Consulado da Mulher

Sustentabilidade de norte a sul

O projeto mais recente apoiado pelo Consulado é o Grupo AEESC- Associação dos Empreendimentos Econômicos Solidários do Cajual/ Manaus, que reutiliza tecido e outros materiais nas suas produções artesanais, que valorizam a cultura manauara e indígena, tendo sementes da floresta como sua principal matéria-prima. Elas produzem roupas em algodão cru, quadros, bijuterias, bonecas de pano e sabonetes. O último artefato feito pelo grupo são os pufs de garrafa plásticas, que demorariam quase 100 anos para se decompor no meio ambiente e agora são lindos artefatos de decoração.

 

Sobre o Consulado da Mulher

O Consulado da Mulher é a Consul transformando os sonhos em realidade. Incentivamos e viabilizamos geração de renda para melhorar a qualidade de vida das pessoas, investindo no empreendedorismo feminino. As mulheres, que fazem de conquistas pessoais transformações em cadeia, conseguem impactar as suas comunidades e não deixam ninguém de fora dessa história. Em nossos 13 anos de atuação, são mais de 33 mil pessoas beneficiadas por todo o Brasil. A gente faz história!